OFICINA 33 E ANTHONIO apresentam ROSARIANDO "O Musical"

Bonecos Congadeiros e Melodias Trançadas em Fitas de Cetim

Ao completar 05 anos de existência, o Grupo Oficina 33 remonta Rosariando em parceria com Anthonio. O espetáculo cênico musical conta sua temática com trilha sonora composta por canções de conhecimento popular, músicas do repertório de Anthonio e composições de percussão especialmente criadas para o espetáculo. Formas animadas dos gêneros boneco de vara, boneco habitável, manipulação direta, máscaras e pantins ilustrarão a festa. Um emocionante espetáculo para todas a idades, com valor agregado capaz de propiciar tomada de consciência quanto à importância do patrimônio em questão a todo o público.

MÚSICA - RITMOS - TEATRO DE BONECOS - CULTURA POPULAR

Oficina 33: Analu Alves, Aryanne Souza, Daniela Souza e Rosali Henriques.
Artista: Anthonio
Músicos: Daniel Penido, Renato Saldanha e Sebastian Bauxita.

Mapa e Operação de Iluminação: Ivan Ferreira
Operação de Som: Fernando Cabrito

Direção Geral: Analu Alves
Direção Musical: Renato Saldanha

Gêneros: vara, marote, manipulação direta, boneco habitável, máscaras, pantins, autômatos e sombra.
Público alvo: adulto (acima de 12 anos).
Duração Aproximada: 1h e 25 min.

.



Rosariando "O Musical"

Quem Somos

ANALU ALVES

Direção Geral, Construção e Animação de Bonecos

Bacharel em turismo (2004), Analu Alves direcionou seus estudos e pesquisas às matérias relacionadas à folclore e cultura popular brasileira. Atua desde 2005 com a arte do teatro de bonecos, paixão que se iniciou logo depois de participar da Oficina Bonecos de Minas do Grupo Giramundo. Em 2006 fundou junto a outros integrantes, o Grupo Oficina 33 – Teatro de Bonecos. No Grupo, dirigiu e atuou em 02 montagens: Rosariando (2006) e Alaguseragurê (2008). De 2008 a 2010, produziu o artista plástico e bonequeiro Eduardo Felix (Belo Horizonte), produzindo-o em apresentações como: Lançamento Edital Caixa Cultural (2008, Salvador, Ba), Domingão do Faustão/TV Globo (2009), Programa Tudo é Possível com Ana Hickman/Rede Record (2009) e Festival de Teatro de Bonecos em Curitiba, Pr (2009). Produziu também, Eduardo e atuou nas pinturas dos bonecos da exposição O Quebra Nozes, Theatro Municipal do RJ, com direção de Carla Camurati (2008). No espetáculo O Negro, a Flor e o Rosário de Maurício Tizumba (2009), produziu Felix e confeccionou adereços cênicos.. Em 2010, foi responsável pelas atrações de teatro de bonecos da Caravana Arrumação com Saulo Laranjeira em 12 localidades.


RENATO SALDANHA

Direção Musical, Violões e Guitarra

Violonista, guitarrista, compositor e arranjador, Renato Saldanha (30 anos) é hoje uma das maiores revelações da música instrumental mineira.Como instrumentista,já participou de grandes produções como: Festival Internacional "Tudo é Jazz" em Ouro Preto, onde acompanhou o músico Túlio Mourão; SESC PAULISTA pela TV SENAC; SESC POMPÉIA com a cantora Ângela Evans; Festivais de Jazz com o baterista americano Jimy Duchowny.

Renato Saldanha também participou do espetáculo "Missa dos Quilombos", produção teatral carioca baseada na obra de Milton Nascimento. Além disso,Renato Saldanha já produziu discos de grandes artistas, como Saulo Laranjeira, Selma Carvalho, Gê Lara. Acompanhou Ney Matogrosso no Talk Show Águas do Treme em Março de 2005. Em 2007 fez uma de suas mais importantes participações ao lado da maestrina americana Maria Schneide, junto com mais 19 músicos brasileiros, interpretando sua obra no encerramento do festival “Tudo é Jazz” em Ouro Preto. Seu violão passeia do jazz às valsas brasileiras com um sotaque bem mineiro. Atualmente, desenvolve trabalho instrumental autoral promovendo shows por Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

ANTHONIO

Realização do Espetáculo, Interpretação e Voz

Dono de uma voz privilegiada, o artista mineiro anthonio tem encantado e emocionado platéias de todo Brasil pela beleza de seu timbre e pelo carisma que irradia nos palcos. Com uma discografia de 5 álbuns, anthonio realizou turnês ao lado de grandes artistas como Milton Nascimento, Babaya, Elza Soares, Telo Borges, Baby do Brasil, Luis Melodia, Maria Gadú, entre outros. Comemorando 15 anos de carreira, anthonio compartilha sua devoção as Festas do Rosário através de sua arte e contemporaneidade."

 
Crédito: Higor Almeida.

ANTHONIO E ROSARIANDO


"Há aproximadamente um ano recebi um e-mail de Ana Luiza, uma das integrantes do Oficina 33, que me fez conhecer o trabalho deste grupo que sempre primou pela qualidade de seus espetáculos. Neste e-mail havia um cartão postal de "uns bonecos congadeiros", o que me gerou um profundo encantamento ao perceber uma conexão artística imediata com este grupo. Após nosso primeiro contato, percebi que havíamos uma admiração recíproca, sintonia e um desejo de trabalharmos juntos, interligando música e bonecos num espetáculo criado em parceria. De lá pra cá, muitas reuniões, ensaios, convidando músicos afinados com nossa proposta e profissionais capacitados para que pudéssemos levar ao nosso público um novo Rosariando, agora a partir de nossas histórias e vivências pessoais. Uma surpresa para mim foi quando o Oficina 33 trouxe a idéia de fazer um boneco chamado "Toninho", e que entre outras cenas e outros momentos especiais, através deste "eu menino", iríamos contar um pouco da minha história ligado a cultura do Rosário, que se deu ainda criança, e a Irmandade de Nossa Senhora do Rosário e São Benedito do Alto São Vicente de Divinópolis, da qual participo como Rei Perpétuo de São Benedito. O que posso dizer é que música e bonecos congadeiros estão entrelaçados por fitas de cetim, através do encontro do Oficina 33 e Anthonio, contando um pouco da nossa história congadeira, passando pela história afro-mineira, grande manifestação cultural do nosso país."

Anthonio

DANIEL PENIDO
Direção de Concepções Rítmicas Percussivas, Percussão, Marimba de Vidro.

Daniel Penido é músico mineiro. Integra a CIA TREJEITOS - teatro de pantomima, como mímico, músico instrumentista e diretor musical. Atua com tambores e percussões ligados ao congado sob influências portuguesa, indígena e africana. Na marimba de vidro compõe temas instrumentais utilizando também percussão corporal e sapateado. Ministra oficinas de percussão, bateria e dinâmicas de expressão rítmica. Por 10 anos foi percussionista da dupla Gino e Geno.